Olá, tenha uma Boa Noite! - Sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

FALECEU EM SÃO PAULO A CANTORA INEZITA BARROSO

Publicado em: 09/03/2015 03:09:06


Inezita BarrosoMorreu na noite deste domingo (8), aos 90 anos, a cantora e apresentadora Inezita Barroso, informou a assessoria do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Inezita estava internada desde 19 fevereiro e completou 90 anos no último dia 4 de março. Ela deixa uma filha, três netas e cinco bisnetos.

Em dezembro, a cantora foi hospitalizada após cair dentro da casa em que estava hospedada em Campos do Jordão, no interior de São Paulo. Na ocasião, de acordo com o hospital, ela teria caído da cama e apresentava dores nas costas.

Inezita Barroso é considerada uma das principais cantoras da música sertaneja brasileira. Ela nasceu em São Paulo e fez carreira no rádio e na televisão, além de passagens pelo cinema e teatro, onde atuou e produziu espetáculos musicais. Em novembro de 2014, ela foi eleita para ocupar uma das cadeiras na Academia Paulista de Letras.

Inês Madalena Aranha de Lima descobriu a paixão pela música na fazenda da família, no interior paulista. Foi a primeira mulher a gravar uma moda de viola.
Inezita apresentou por mais de 30 anos o "Viola, Minha Viola", tradicional programa de música sertaneja da TV Cultura.
(Fonte: http://g1.globo.com, de 09 de março de 2015).

FALECEU O CANTOR JOSÉ RICO AOS 68 ANOS

Publicado em: 05/03/2015 11:21:40


Milionário e José RicoMorreu nesta terça-feira (3), aos 68 anos, o cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário. Ele estava internado desde segunda-feira (2) no hospital Unimed, de Americana (SP), cidade onde morava. Segundo o boletim médico, ele teve insuficiência do miocárdio, seguida de parada cardíaca.

"É com muita dor no coração e profunda tristeza que comunicamos o falecimento do nosso ídolo José Rico. Vamos rezar por este homem que tanta alegria nos deu. É impossível descrever nossa tristeza, estamos todos em estado de choque", diz a nota oficial. A assessora da dupla disse ao G1 que toda a equipe e a família estão em choque.

Nascido em Pernambuco


José Alves dos Santos, de nome artístico José Rico, nasceu em São José do Belmonte (PE), em 20 de junho de 1946. Ele também já morou no Paraná e em São Paulo, onde conheceu o companheiro de dupla Milionário (Romeu Januário de Matos). O duo ficou conhecido como "gargantas de ouro".

A dupla foi formada no início dos anos 70, começou a tocar em circos no interior do país, e foi ganhando popularidade. Milionário & José Rico se consolidaram nos anos 80 como uma das duplas mais importantes da música sertaneja brasileira. Em 1980 ele estrelaram o filme "Estrada da vida", dirigido por Nelson Pereira dos Santos. Eles também lançaram o longa "Sonhei com você", em 1989.
Entre as músicas mais conhecidas estão "Amor dividido" e "O tropeiro", "A carta", "Viver a vida" e especialmente "Estrada da vida", composta por José Rico. Eles chegaram a se separar durante três anos no início dos anos 90, mas retomaram a parceria.
Ao longo da carreira venderam mais de 30 milhões de cópias. Eles mantinham atividade intensa até hoje, com uma média de 170 shows por ano. Eles inseriram influência de diversos estilos no sertanejo, como ritmos nordestinos e de outros países da América Latina.
Em 2014, José Rico se candidatou a deputado federal em Goiás, pelo PMDB, mas não foi eleito.
Ele era casado com Berenice Martins Alves dos Santos, e tinha dois filhos gêmeos, Samy e Sara.
(Fonte: http://g1.globo.com).

FALECEU O CANTOR GREGO DEMIS ROUSSOS

Publicado em: 26/01/2015 11:10:42


Demis RoussosO cantor grego Demis Roussos morreu na noite de sábado (24), aos 68 anos, em Atenas, na Grécia, disse sua família nesta segunda. As informações são da agência Efe.

Emily, a filha do famoso músico conhecido, confirmou a notícia ao jornal francês "Le Figaro". Segundo a France Presse, ele morreu em um hospital particular. "Depois de ficar internado por um longo tempo no Hospital Igia, o conhecido artista Demis Roussos faleceu", diz a nota.

Roussos, que construiu grande parte de sua popularidade na França, inicialmente se destacou como integrante do grupo Aphrodite's Child e, depois, com sua carreira solo na década de 1980.

Ele também fez parte de grupos como We Five e The Idols durante os anos 60, antes de se tornar o vocalista do Aphrodite's Child, onde ficou marcado pelo timbre e potência de sua voz.
Seu último trabalho foi lançado em 2009. Afastado da vida artística, fez sua última aparição pública em setembro de 2013, e recebeu do embaixador da França em Atenas a Ordem de Cavaleiro da Legião de Honra.
(Fonte: http://g1.globo.com, de 26.01.2015).

ESTUDO MOSTRA QUE CERTAS MÚSICAS NOS FAZEM LEMBRAR DE ALGUÉM

Publicado em: 30/08/2014 13:34:18



A ciência conseguiu explicar porque nos lembramos de alguém ou de algum lugar quando escutamos determinada música. Ao ouvir canções, diferentes funções cerebrais são ativadas — o que explica porque sentimos prazer ou desprazer quando uma música começa a tocar.

Neurologistas americanos recorreram a um escâner com imagens de ressonância magnética para fazer um mapeamento da atividade cerebral de 21 voluntários que ouviram diferentes tipos de música, incluindo rock, rap e clássica. Eles escutaram seis temas com cinco minutos cada um, inclusive cinco considerados "icônicos" de cada gênero, uma canção que não era familiar e, misturado na seleção, um tema favorito da pessoa examinada.

Os cientistas detectaram padrões de atividade cerebral, que evidenciaram o agrado ou o desagrado com determinada canção. Também advertiram para a ocorrência de uma atividade específica quando se escuta a canção favorita.

Ouvir a música favorita desencadeou atividade no hipocampo, a região do cérebro que desempenha um papel fundamental na memória e nas emoções vinculadas à socialização.

A pesquisa, publicada na revista Scientific Reports, foi encabeçada por Robin Wilkins da Universidade da Carolina do Norte em Greensboro.

— Este estudo mostra que não é uma atividade mais intensa em certas partes do cérebro o que se produz, mas uma conectividade entre partes diferentes — explica o cientista.

Os resultados sugerem que ouvir a canção favorita pode ajudar a tratar a perda de memória, explica Aucouturier. Será preciso fazer novos estudos para avançar nesta direção, advertiu.
(Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br, de 29.08.2014).

25 ANOS SEM RAUL SEIXAS

Publicado em: 21/08/2014 10:08:37


Raul SeixasHoje (21), é dia de relembrar Raul Seixas, um dos maiores ícones da história do rock nacional. Lá se vão 25 anos sem o Maluco Beleza, 25 anos do fim de uma vida marcada pela subversão, pela recusa aos padrões e rebeldia.

Raulzito teve uma carreira que oscilou entre o sucesso e a lama, a fama e o ostracismo. Entre um hit e outro, Raul Seixas lia sobre discos-voadores, participava de sociedades alternativas e conspirava contra o sistema. Despontou na música nos anos de chumbo, flertando com o perigo, teve músicas censuradas, foi torturado e exilado. Morreu em 21 de agosto de 1989, vítima de de pancreatite aguda, causada pelo excesso de bebida.

Gravou algo em torno de 300 canções durante a carreira. Em uma obra tão rica, fica difícil escolher 10 músicas deste homem que nasceu há 10 mil anos atrás. Mas eis que o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) fez um levantamento das músicas mais reproduzidas de Raul, confere aí:

1 – Maluco beleza (Claudio Roberto/Raul Seixas)
2 – Tente outra vez (Paulo Coelho/Marcelo Motta/Raul Seixas)
3 – Metamorfose ambulante (Raul Seixas)
4 – Aluga-se (Claudio Roberto/Raul Seixas)
5 – Gita (Paulo Coelho/Raul Seixas)
6 – Medo da chuva (Paulo Coelho/Raul Seixas)
7 – Cowboy fora-da-lei (Claudio Roberto/Raul Seixas)
8 – O carimbador maluco (Raul Seixas)
9 – Eu nasci há dez mil anos atrás (Paulo Coelho/Raul Seixas)
10 – Ainda queima a esperança (Mauro Motta/Raul Seixas)

(Fonte: http://wp.clicrbs.com.br, de 21.08.2014).